quinta-feira, 27 de março de 2014

[RESENHA] A Turma do CP-500: O Mistério da Casa de Pedras de Ana Cristina Melo

Editora: Escrita Fina
Páginas: 230
Publicação: 2013

Fred, Carol, Lena, Gui e Cadu moram no condomínio Jacarepaguá e estudam juntos no colégio Ilíada. Ao se reunirem para treinarem suas habilidades esportivas, visando o Torneio Estudantil que está sendo organizado na escola, a bola usada cai no terreno de uma casa abandonada. Ao irem buscá-la, descobrem uma voz metálica vindo de um dos cômodos e logo descobrem se tratar de Billy, um computador CP-500, modelo dos anos 80.  Ao interagirem, descobrem que Billy tem inteligência artificial avançada, podendo distinguir pessoas, gravar emoções e travar diálogos com os seres humanos. Logos eles descobrirão sobre uma briga que William, seu antigo dono, teve com seu ex-sócio Mack, um hacker com maus interesses, que acabou em dar um sumiço nele. Mas onde estará Mack e o que aconteceu com ele? E com William?

A Turma do CP-500: O Mistério da Casa de Pedras é o primeiro livro de uma trilogia infanto-juvenil. Nele vemos a história de um grupo de amigos que se junta para descobrir informações do passado do antigo dono do computador Billy. William e Mack eram amigos de infância, mas uma briga entre os dois, de motivação desconhecida e que foi gravada por Billy, acaba por revelar pistas do que aconteceu. Para ajudar o computador a saber o que se passou com seu antigo dono, os amigos se reúnem e resolvem criar a Turma do CP-500. Logo partirão atrás de pistas na internet, e fora dela, para juntar informações rumo à solução do caso. Em paralelo a essa investigação, um hacker tem invadido o sistema de segurança do colégio Ilíada, alterando notas e frequências dos alunos nas disciplinas. Mas será que ambas as situações tem alguma relação?

 Este é o terceiro livro da autora que leio (os outros dois foram a duologia Caixa de Desejos, cujas resenhas vocês conferem aqui) e me permitiu gostar mais ainda de seu trabalho. A Ana Cristina Melo sabe escrever para o público infanto-juvenil, respeitando esse universo sem uso de esteriótipos ou uma visão externa a esse. As palavras e termos utilizados são dosados de modo a fazer com que um adolescente que leia o livro consiga se identificar com o que está lendo e não fique achando aquilo uma caracterização, algo longe de sua realidade.

É importante lembrar que este é um livro infanto-juvenil e que quando for fazer a leitura, o leitor deve estar com isso em mente. Os personagens principais tem em torno de 12-13 anos de idade e se comportam, falam e fazem coisas pertinentes à sua idade. A narrativa bem como o desenrolar da história se focam para este público em específico. O final termina em aberto, com perguntas para se desenvolverem no segundo livro.

Recomendo a todos que queiram ler um infanto-juvenil de leitura leve, com bastante aventura, suspense e pitadas de romance.

17 comentários:

  1. A leitura parece boa e leve mas não o suficiente pra entrar na minha lista que já está cheia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monaiza!

      É uma leitura bem leve mesmo, pra ler com tranquilidade e tals

      Bjosss

      Excluir
  2. Uma ótima indicação, mas realmente não é um livro que faria a leitura!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Parece ser legal, mas eu não compraria esse livro. Normalmente eu gosto de infanto-juvenil, mas esse não me interessou. ;/
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia a autora, nem esse livro. Mas não me chamou a atenção esse livro, eu até gosto de ler infanto-juvenil, mas o enredo dele não me chamou a atenção. E a capa também não. rs Sem falar que é uma trilogia, eu estou correndo delas. kk Mas quem sabe eu leia outros livros da autora, né? A capa dos outros livros dela são fofos, gostei! Não estou julgando os livros pela capa, tá? só comentei. haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kamilla!

      HAHAHAHA Eu julgo pela capa, admito rs

      Dá uma conferida nos outros livros dela, que são muito bons tbm.

      Bjossss

      Excluir
  5. Parece legal. E deve ser bem bom você relembrar sua pré-adolescência, mas será que as atitudes desses meninos são iguais as que a gente tinha na época? Rsrs
    Não compraria, tenho muito livro na fila e muitos na wishlist. Kkkk
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mandinha!

      As da gente acho que não rsrs Mas senti uma boa conexão com os de hoje em dia (estamos ficando velhos D:) HAHAHHAA

      Bjossss

      Excluir
  6. Eu acho que deve ser leitura leve e divertida. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma leitura bem tranquila mesmo =)

      Bjosss

      Excluir
  7. Parece bem leve e divertido mas não o tipo de livro para a minha idade. Sem preconceito, só acho que não me agradaria muito! :D
    Já os outros livros da autora despertam meu interesse. Quem entende... rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda!

      rsrsrs os outros livros são mais romances mesmo, talvez por isso que te atraíram mais. Esse é mais aventura IJ.

      Bjosss

      Excluir
  8. Não me interessei, mas acho que vou dar uma olhada para o meu filho.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose!

      Dê uma conferida, é uma ótima leitura para esse público =)

      Bjosss

      Excluir