quinta-feira, 10 de julho de 2014

[RESENHA] O Maravilhoso Agora de Tim Tharp

Editora: Record
Páginas: 317
Publicação: 2014

Sutter Kelly é um jovem de 17 anos que está terminando o seu último ano no colégio. Vivendo em uma cidade do interior dos EUA, ele é querido por todos os que o rodeiam, sempre fazendo muitos amigos por onde passa. Ele mora com sua mãe e com seu padrasto, com os quais mantém um relacionamento bastante conturbado, pois vive trazendo problemas para a família, fazendo com que sua mãe sempre o compare ao seu pai, que se mudou para longe e até então não mais mandou notícias. Seu relacionamento com Cassidy, sua atual namorada que está acima do peso, mas que ele a ama desse jeito, não está indo bem até que, após ser flagrado numa situação embaraçosa, ambos resolvem se separar. Além disso, Sutter tem o hábito de ser viciado em bebidas alcoólicas, sempre tendo o seu 7Up batizado com uísque à mão. No dia que descobre que Cassidy está com outro, ele acaba descontando na bebida toda a sua frustração e acorda no outro dia pela manhã em um local desconhecido, por uma garota de olhos claros que até então lhe é desconhecida.

Aimee é uma jovem que também está terminando seus estudos no mesmo colégio que Sutter, dividindo algumas aulas com ele. Ela vive com seu irmão mais novo, seu padrasto e sua mãe. Seu pai faleceu, viciado em remédios. Para ajudar no sustento de sua sua família, ela divide com sua mãe o trabalho de entregar jornais pela cidade e, num dia de trabalho em que está sozinha, pois sua mãe passou a noite em um cassino indiano, ela se depara com Sutter embaixo de uma árvore. Ao conversarem, ele pede ajuda a ela, para ter aulas de álgebra, disciplina a qual ele está quase em recuperação. Ao conhecê-la melhor, Sutter descobre que Aimee é uma garota doce, que adora livros de ficção científica e que tem o sonho de cursar faculdade em St. Louis e ir morar com sua irmã, fora do estado. Porém, ela não alimenta esse sonho para que não atrapalhe no trabalho de sua família. 

Ao conviverem juntos, Sutter e Aimme começam a perceber sentimentos novos, que nunca imaginariam que sentiriam. Sutter vê em Aimee a chance de ajudar a mudar a sua vida, a dar a ela voz, confiança em si mesma e coragem para lutar pelo que quer. E ela passa a viver sentimentos que nunca teve por ninguém, uma vez que ela tem muita aversão a eventos sociais, tem poucos amigos e nunca namorou na vida. 

O relacionamento de Sutter com seu pai também é tratado no livro. Ele não sabe ao certo os motivos que levaram sua mãe a deixá-lo nem o porque de nem sua mãe, nem sua irmã mais velha conversarem abertamente sobre o assunto. Sutter, então, irá buscar respostas e, ao obtê-las, passará por uma grande reflexão sobre si próprio e sobre como influencia a vida das pessoas. Ele nunca quis viver o futuro, só o agora, o presente, sem se interessar pelo amanhã. Viver desse modo traz consequências...

O livro é contado sob o ponto de vista de Sutter, em primeira pessoa. Nele vemos como é a sua visão de mundo e como ele enxerga as pessoas ao seu redor e a si mesmo. Alé da premissa básica, várias temáticas são abordadas no livro, como o alcoolismo de Sutter e seu reflexo nas pessoas que o cercam, e a insegurança de Aimee. Adorei a forma como o autor trabalhou esses assuntos, sem se tornar piegas nem cair em um lugar comum de livros YA. A narrativa de Tim Tharp é, ao mesmo tempo, madura, ágil e objetiva com o leitor jovem. Entrar na mente de Sutter e enxergar toda a história sob o seu ponto de vista e sob a sua complexidade foi algo muito interessante de se ler.

O Maravilhoso Agora foi adaptado para os cinemas com o título de The Spectacular Now, original do livro em inglês. Ainda não há tradução oficial para o Brasil. Assisti ao filme para fazer a resenha e gostei do que vi. A adaptação do livro foi bem feita, mantendo os principais pontos da história original e o real sentido do livro. Algumas cenas e personagens eram exatamente iguais aos que eu imaginei quando li. Claro que o livro é bem mais completo, por trazer mais detalhes e, sobretudo, por trazer a visão de dentro da mente do Sutter e, com isso, as explicações para algumas cenas. Recomendo fazer a leitura antes de assistir, pois em alguns momentos o espectador pode ficar sem entender os motivos por trás de determinada situação. Como eu havia lido o livro um dia antes de assistir, eu lembrava exatamente o que o personagem estava pensando  naquele momento para agir daquela forma e, no filme, isso não fica explicado.

Recomendo a leitura a todos que queiram ler um YA um pouco mais denso, focado menos no romance e mais no desenvolvimento dos personagens.

22 comentários:

  1. Oi, Marcos!

    Eu adorei esse livro. Acho que o li no momento certo. Curti o autor mostrar um "antiherói", fugir um pouco dos personagens que são sempre bonzinhos e tal. Não que o Sutter seja mau, mas algumas atitudes e comportamento dele são diferentes do esperado.

    Eu achei a escrita bem madura e concordo que é voltado pra quem busca algo jovem, mas mais tenso.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá Marcos! Tudo bem??

    Acho que não curti muito a idéia de eu ler esse livro, não gosto de histórias tensas!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Oi Marcos, tudo bem?
    Esse livro parece ser legalzinho, porém não me parece algo que vá me agradar muito, achei o livro meio sem gracinha, porém quem sabe mais para frente eu mude de ideia.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse livro. Gosto muito de ler livros YA e como adorei a sua resenha, vou ler com certeza. A capa é muito linda e chamou minha atenção.

    ResponderExcluir
  5. Oi Marcos.
    Gosto muito de YA, mas não me interessei muito pela trama do livro. Parece um livro ok.
    Talvez eu veja o filme e, caso eu goste, eu leia o livro depois ^^

    ResponderExcluir
  6. Acho essa capa maravilhosa demais ...
    Adoro o enredo desse livro, pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  7. Olá Marcos...Esta tua resenha esta demais e a historia deste livro me chama muito a atenção, por ser uma trama cheia de sentimentos, aprendizados e temas interessantes.Tenho ele na lista de desejado e acho esta capa linda =)
    Ótima resenha!!

    ResponderExcluir
  8. Gostei da apresentação que você fez do livro. A sua resenha foi uma das melhores que li até o momento. E graças a ela fiquei muito empolgada com a história. Espero conseguir este livro. Assim poderei conferir estes detalhes que mencionou. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Sempre relacionamentos... Gostei.
    Livro muito bem resenhado, o que me deixou com vontade
    de ler a história assim que puder.

    ResponderExcluir
  10. Oi Marcos, tudo bom? Gostei muito da abordagem que vc fez sobre o livro..ficou bem legal... Pelo que oude perceber esse será um livro com mais reflexão, descobertas e tema saborados no mnossod ia adia..quero muito ver como será a evolução de Sutter. Estou doida pra saber como essa trama termina..parabéns pela resenha.Bjs

    ResponderExcluir
  11. Apesar de Sutter e Aimée serem bem diferentes, fiquei curiosa para saber como eles vao evoluir ao longo da historia. Só não gostei do fato da historia ser contada pela ótica de um personagem só. No mais, parece ser um romance bem fofo.

    ResponderExcluir
  12. Bem,admito que nao me interessei muito pelo livro,pois a narrativa sob a perspectiva de um personagem apenas nao me agradam muito.Ademais,achei Sutter e Aimme muito distintos para terem um romance.

    ResponderExcluir
  13. Oii Marcos ! Tudo bem ?
    To louca por esse livro, e já faz algum tempo !!
    Como o Sutter é problemático, e parece que ele leva esse problemas pra todos que estão do lado dele .. Fiquei curiosa pra saber qual a situação embaraçosa que a namorada "gordinha" dele o pegou ! Parece que a Aimme vai passar a ser mais segura com o Sutter né? Mas fiquei na dúvida, e o problema de bebidas dele? Não vai atrapalhar o relacionamento dos dois, já que alcooolismo é um problema bem sério ! Bem só lendo pra saber né? Ansiosaaa *-*
    Beijo, beijo ;*

    ResponderExcluir
  14. "o maravilhoso agora..." parece ser um livro mt bom. apesar de eu gostar mais de livros "focados" em romance.

    ResponderExcluir
  15. O que me atrai neste livro é o cenário bucólico, além da trama que parece ser bem envolvente.
    Mesmo se houverem alguns defeitos, é um gênero que me encanta e estou louca para conferir!

    ResponderExcluir
  16. Adorei sua resenha!apesar de não ser o tipo de historia que gosto de ler, me parece ser uma boa história,interessante, envolvente; a capa é linda! Bjssss

    ResponderExcluir
  17. Achei uma premissa bem interessante a do livro, inclusive esse fato de um personagem não tão bonzinho, isso foge aos clichês, algo que é bem legal.

    ♫ Conversas de Alcova ♫

    ResponderExcluir
  18. Ouuun q livro mais cutee!!
    Gostei da sinopse e ela já me deixou instigada a ler o livro!
    Gosto mto de YA e é bom saber q este é mais desenvolvido e com uma trama mais elaborada.
    Gostei tbm de saber q tem o filme dele!
    A capa é lindinha!

    ResponderExcluir
  19. Só tive conhecimento desse livro depois que vi sobre o lançamento da adaptação. O que achei legal nesse livro é que ele foge do lugar comum de ser narrado apenas por mulheres. Nesse caso, o homem é quem dá as fichas.
    Legal também que a adaptação foi bem-feita. Quero muito ler/assistir em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  20. Acho que vou gostar um pouco do livro apesar de ver algumas resenhas negativas, mas nem ligo eu mesmo tenho que ler pra saber se vou gostar ou não já que todo livro de modinha não me agrada muito; A capa está bem legal e a premissa também, diferente o personagem não ser tão bonzinho.

    ResponderExcluir
  21. Nao conhecia este livro , e ainda nao li nada de Tim Tharp , mais esse livro parece ser muito bom , pretendo ler , tenho muitos amgs que tem problema com a familia e que descontam sua tristeza , raiva em bebida alcoolicas , acho que vou gostar sim , ele é meio diferente de tudo que eu ja li , mais pretendo ler !

    ResponderExcluir