quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

[RESENHA] Cura (Jack Stapleton & Laurie Montgomery #10) de Robin Cook



Editora: Record
Páginas: 361
Publicação: 2014

Satoshi Machita é um pesquisador da área de genética da universidade de Tóquio, tendo PhD. pela universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Contando com a ajuda de Benjamin Corey, fundador e sócio da iPS USA, empresa que trabalha no ramo de patentes de células-tronco pluripotentes, ele entrará, junto com sua família, de forma ilegal na América. Porém, poucos dias depois, Satoshi é encontrado morto em uma estação de metrô de Nova York. Aparentemente ele morreu de causas naturais. Mas logo descobre-se que ele estava sem nenhum pertence ou documento e que estava sendo perseguido por dois homens de aparência suspeita. O que Satoshi estava fazendo ali naquele momento?

A médica patologista que foi indicada para cuidar desse caso é, nada mais nada menos, que a Dra. Laurie Montgomery-Stapleton. Ela, no passado, já esteve envolvida em várias investigações que quase lhe custaram a vida. Agora, logo após dar a luz a seu primeiro filho, ela resolve retomar a carreira. Porém, como já está a dois anos afastada do trabalho, ela se sente insegura para voltar ao IML e conseguir fazer o que sempre gostou. 

Em seu primeiro caso de volta, ela deve necropsiar a causa da morte de Satoshi. Não se conformando com a justificativa de óbito, Laurie resolve ir mais a fundo e começa a desemaranhar uma teia de crimes que levarão a uma rede internacional perigosa. Com isso ela colocará em risco não só a sua vida, como também a de seu filho.

Cura é o décimo livro da série de médicos Jack Stapleton & Laurie Montgomery. Ainda não li todos (pretendo fazer isso em breve), mas já li o sexto livro, Crise, cuja resenha você pode conferir aqui. Por mais que cada livro conte uma história independente, com começo, meio e fim, recomendo que a leitura seja feita na ordem correta, principalmente por conta da evolução na vida dos dois médicos protagonistas. Em Cura já temos Laurie como mãe, se adaptando à nova vida de cuidar de casa, do marido, do filho e ainda trabalhar. Por isso teremos, ao longo de toda a história, o foco maior nessa personagem, ao contrário do que aconteceu em Crise, cujo foco maior era em Jack.

A temática médica é recorrente nos livros escritos por Robin Cook. Neste não seria diferente. Contudo, além do cunho de investigação temos também os elementos acadêmico e científico permeando a história, o que eu gostei muito. Agora temos uma grande organização de criminosos em busca de conseguir bilhões de dólares roubando as patentes de grandes cientistas conhecidos mundialmente. No meio dessa trama, temos Satoshi, um respeitado pesquisador da área da genética, que se coloca em risco para conseguir roubar uma patente para Ben Corey, empresário do ramo que é famoso por manter relações com a máfia japonesa.

O livro é recheado de ação do começo ao fim. A leitura é rápida e as folhas passam sozinhas. A narrativa do Cook é deliciosa, tanto no que tange à sua escrita, quanto no desenvolvimento da história. As cenas de ação são bem dosadas com as que desenvolvem a vida dos protagonistas da série, Jack e Laurie, além da trama principal. É muito legal também ver o uso de termos técnicos para as descrições científicas usadas no livro. Como o autor é médico e tem doutorado na área, usar dessa ferramenta em textos de ficção torna a história mais interessante e instigante de se ler até o final. Adoro sua narrativa muito em virtude disso. Vale lembrar que algumas cenas, principalmente as que descrevem as partes cadavéricas e anatômicas, são mais fortes para o leitor leigo ou que não esteja acostumado com tais descrições.

Recomendo a todos que gostem de thrillers médicos e suspenses com elementos científicos.
                                                                     

Onde comprar?

2 comentários:

  1. Que legal. O bom é que cada livro é independente, então sem sequências. Fiquei curiosa quanto a morte ocorrida e também a volta da médica. Que bom que gostou do enredo e que o autor criou. Não me interessei tanto, mesmo amando policiais e thriller, mas quem sabe um dia.
    Abraços Marcos,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  2. Oii Marcos !
    Sim, também acho que séries, mesmo sendo de livros independentes tem que serem lidas na ordem .. Afinal, sempre pode conter um certo spoiler ali no meio do s outros livros.
    Sinceramente? O livro não me conquistou .. Não gostei desse enredo, e apesar de gostar bastante de suspense acho que esse deixou a desejar .. E vamos combinar que a capa não ajudou muito né? rs!
    Bjs

    ResponderExcluir