terça-feira, 27 de janeiro de 2015

[MINI-RESENHA] As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender de Leslye Walton



Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Publicação: 2014

Ava Lavender é uma jovem que nasceu com uma peculiaridade: ela tem asas de pássaros em suas costas. Ela é irmã gêmea de Henry Lavender que ficou sem falar durante anos. Em sua família, os Roux, há várias histórias de amor, sob diferentes aspectos. Desde o amor doentio até o amor mais puro, várias gerações tiveram cada uma a sua história envolvendo esse sentimento. Numa jornada em busca de auto-conhecimento e de seu lugar no mundo, Ava recorre ao passado de seus antecessores e acaba descobrindo um universo completamente novo. 

Porém, nem todos acham que Ava é normal. Nathaniel Sorrows, um religioso fanático, acredita que ela nada mais é que um anjo enviado do céus para sua missão e por isso cria uma obsessão em torno disso. Durante a festa de solstício de verão que ocorre todo ano em sua cidade, Ava não imagina o perigo que corre. Sua história terá uma grande reviravolta que mudará para sempre o destino dela e de sua família.

As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender é o romance de estreia da norte-americana Leslye Walton. Nele temos uma fantasia urbana com toques de realismo mágico. Conheceremos Ava que em busca de sua auto-afirmação repassa o passado de sua família e de como o sentimento do amor esteve presente em sua genética.

Confesso que, ao terminar a leitura do livro, o achei muito confuso. Primeiro pela organização da história: primeiro temos vários capítulos com, cada um, uma história diferente sobre algum membro dos Roux. Depois temos o nascimento de Ava, com todas as suas peculiaridades e, posteriormente, o desenvolvimento do plot de Ava e Nathaniel. Isso fez com que o mote principal do livro se perdesse muito ao longo do desenvolver da história. Entendo que a autora quis situar o leitor sobre a situação de Ava e sua família para com o amor, mas a primeira parte se tornou extensa demais e, a meu ver, poderia ser resumida em poucos parágrafos. Quando a história em si começa, ou seja, a história de Ava, já não há um desenvolvimento mais amplo, com desenvolvimentos de camadas mais profundas dos personagens.

No mais, é um livro de narrativa ágil. Mesmo com poucos diálogo e muitos parágrafos, Ava Lavender tem uma leitura rápida e pode facilmente sr lido em um dia. Recomendo a todos que gostam de livros com toques fantásticos e de romances com fortes doses de drama.
                                                                     

Onde comprar?

6 comentários:

  1. Eu acho essa capa linda e morro de curiosidade para ler esse livro.
    Acho a história tão fofa: uma menina com asassssssss. *--*
    Gosto da ideia de falar da família dela, das histórias de amor.. de todos os tipos de amor. =)
    Aii.. preciso ler esse livro. Espero não me decepcionar.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Vi este livro bem baratinho esses dias. Mas nem comprei. Acho que a autora se perdeu pelo jeito. Deixando as coisas muito embaralhadas. Pelo tanto de horas na leitura, deve ser muito fluido, apesar de ter uma quantidade de páginas razoável. A capa é bem bonita.
    Não me simpatizei tanto com os personagens. Talvez eu veja bem mais pra frente.
    Abraços Marcos.
    leituras-insanas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá. Eu gostei da historia, pelo o que você explicou, achei interessante.. Que pena que ela não conseguiu organizar a historia. :/

    ResponderExcluir
  4. Oi, eu adorei a sinopse, a dose de drama, mas por ficar confuso talvez eu não coloque como uma prioridade, pois acho que organização é uma das coisas que mais pesa na obra, concorda?!
    Beijos,
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ResponderExcluir
  5. Um pouco diferente de você, não me senti confusa durante a trama, eu simplesmente adorei a leitura que fiz desse livro. Eu ando preferindo livros com poucos diálogos, não sei certamente o motivo, mas eu sempre implico com diálogos vagos e pouco difundidos na realidade, sabe quando a frase não cabe na boca? É melhor que não falem tanto hahaha




    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Li esse livro mês passo e adorei! Impossível não se apegar aos personagens! Também achei que autora perdeu muito tempo com a história dos outros personagens e a da Ava, propriamente dita, ficou um pouco prejudicada. E o final também foi meio confuso, prefiro desfechos mais claros.

    Bjs

    ResponderExcluir