segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

[RESENHA] Mentirosos de E. Lockhart



Editora: Seguinte
Páginas: 271
Publicação: 2014

Cadence é uma jovem que pertence aos Sinclair, tradicional e rica família dos Estados Unidos que todo ano se reúne para passar o verão em sua ilha particular. Ela é a principal herdeira de toda a fortuna acumulada, porém eles estão em decadência, perdendo grande parte de seu dinheiro ao longo do tempo. Junto com Johnny e Mirren, seus primos, ela aproveita essa época do ano para se divertir e aproveitar a estação em sua mansão na ilha. Gat, um jovem que é não faz parte da família, éfilho de um funcionário deles, e cresceu junto com os garotos de sua idade, é a sua principal paixonite. Por ser completamente diferente dos três (ele tem descendência indiana e os Sinclair são todos loiros e altos) e por sempre questionar a vida de luxo que os rodeia, Candence começa a se interessar por ele desde cedo, evoluindo esse sentimento ao longo dos verões.

Johnny, Mirren, Gat e Cadence formam o grupo que se autodenominam Mentirosos. Eles sempre andam juntos e compartilham de aventuras pela ilha. Por serem adolescentes, se encontram numa fase de exploração e de compartilhamento de sentimentos uns pelos outros. Porém, quando Candence faz 15 anos, um terrível acidente ocorre em sua vida que, desde então, nunca mais foi a mesma. A partir daí, ela sofrerá os próximos anos com fortes dores de cabeça e amnésia, o que a farpa tentar se lembrar o tempo todo do que ocorreu. Como seus parentes não falam com ela do ocorrido, ela fica sem saber o que ocorreu naquele fatídico ano e, quando descobre, uma grande reviravolta acontece.

Mentirosos é um suspense infanto-juvenil da mesma autora de O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks. A trama toda se passa na ilha da família Sinclair, com poucas incursões em outros cenários. Personagens, narrativa, cenário e diálogos se fundem para fazer desse um livro de leitura incrivelmente ágil, que prende o leitor até a última página, ou até que o mistério principal seja revelado. O livro é dividido em cinco partes sendo a última delas onde ocorre toda a revelação.

O suspense é o grande mote de todo o livro. Por ser narrado em primeira pessoa, que aliás foi o grande trunfo usado com maestria pela Lockhart no livro, temos apenas a visão de Candence das situações e, em virtude desta estar passando por um período de estresse pós-traumático, temos as mesmas confusões e as mesmas dúvidas que a protagonista. É aí onde repousa o principal mistério da trama. Como sou um leitor ávido de thrillers e livros de suspense, consegui descobrir o que se tratava mais ou menos na metade do livro, por volta da página 100, pois a autora espirra algo com uma fala de uma personagem. Porém, a maneira como ele é explicado e a forma como aconteceu não foram como eu tinha previsto, o que me causou uma certa surpresa no final.

Esse livro é o tipo de leitura que você começa e, definitivamente, não vai conseguir parar até o seu fim. O li inteiro em algumas horas, sem parar. O foco da narrativa nos diálogos e as poucas descrições, tanto dos personagens quanto dos cenários, alem de aumentar ainda mais o suspense, faz com que a leitura seja ágil e as páginas literalmente passem voando. Depois que o final é revelado, tudo passa a fazer sentido. Todos os elementos e motivações por trás dos personagens, alguns de seus comportamentos e atitudes, são esclarecidos.

O final, aliás, é forte e impactante. Nos expõe a algo completamente impensável e nos insere numa situação completamente nova e inesperada.Vale destacar a construção dos protagonistas, sobretudo da Candence, e a construção da storyline, com as inserções ao passado e com a liberação de informações ao longo do livro dosadas de maneira correta, sem antecipar muito da história nem tirar o impacto que a última parte do livro traz. A autora usa de linguagem metafórica em várias partes e usa de breves contos inseridos no texto para ilustrar algumas passagens do mesmo. Não adianta eu falar muita coisa na resenha, apenas que você deve ir correndo ler esse livro antes que pegue algum spoiler que te atrapalhe na leitura.

Para quem já leu ou não se incomoda com a revelação do mistério principal, a Seguinte lançou um fórum exclusivo no hotsite do livro para discussão da história. Para acessar, basta clicar aqui.

Recomendo a todos que gostam de livros de suspense moderno e que te prendam até o final.
                                                                     

Onde comprar?

5 comentários:

  1. Chorando só de olhar a capa. Que livro foi esse? Um dos melhores de 2014 D:' Eu realmente fiquei confusa nas partes de eles não respondendo as mensagens e tudo mais. Eu nunca esperaria aquilo. Realmente um suspense. Me prendeu assim como tu, fiquei fixada nele até terminar a leitura. E quando por fim acabou. Fiquei uns 5 minutos olhando pro ar. Perguntando o por quê. A capa é bem bonita, mas me o que me incomodou é que tipo, quando tu pega, se sua mão tiver um tanto suada, fica marcas estranhas no prateado. Mas achei linda a edição. Vou recomendar para muitas pessoas este livro. Boa resenha Marcos.
    Abraços,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  2. Sou louca para ler esse livro.
    Já li várias resenhas, todas repletas de elogios.
    Eu adoro livros que envolvem mistérios e investigações.
    E, como você disse, ele tem um final inesperado e isso é muito legal.
    Espero poder lê-lo o mais breve possível.
    Adorei a resenha!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei pra caramba desse livro. Tive oportunidade de ler a prova antes, fiquei fascinada. Lockhart tem um jeito único e é muito competente. A trama me lembrou um pouco outro livro, porém, ela toma um rumo diferente e bem inusitado, pelo menos pra mim :P

    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  4. Só comentários positivos sobre o livro e a curiosidade só aumenta..
    Gosto de livros com bastante misterios e segredos.

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Todo mundo está falando tanto desse livro que PRECISO lê-lo! Adoro suspense e acho que iria amar é obra, que parece ser do tipo que deixa o leitor sempre alerta e que o faz duvidar dos personagens! Bom saber que o final é forte e impactante, adoro desfechos assim!

    Bjs

    ResponderExcluir