segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

[RESENHA] True (Believers #1) de Erin McCarthy


Editora:  Grupo Editorial Record
Páginas: 266
Publicação: 2015


Rory é uma aluna exemplar. Apesar de tantas qualidades como inteligente e correta, se sente incluída no grupo dos invisíveis que passa despercebido pelos garotos. Suas amigas Jess e Kylie ficam sabendo por Rory que é virgem ainda. Essa informação desperta nelas que a aluna exemplar tem que perder a virgindade para se soltar e se abrir mais com as pessoas. Tyler então é o escolhido. O bad boy cheio de tatuagens embarca nessa empreitada, porém ele não esperava sentir tão atraído por ela. Rory também sente a mesma atração por ele. Tyler tem uma família desestruturada. Sua mãe é viciada em drogas e ele com seu irmão mais velho ajuda a cuidar dos dois irmãos mais novos.

Quando li a sinopse desse livro logo me atraí para lê-lo. Por ser do meu gênero preferido e conter uma história aparentemente dramática, a curiosidade aumentou mais. True segue aquela linha clichê da menina com uma situação financeira boa e o bad boy de baixa renda. Isso daria tudo para cair naquele narrativa como outros livros dessa premissa, porém é algo diferente.

Rory é uma personagem que pensei que iria me irritar muito, por se sentir solitária e sua auto estima baixa. Mas não, ela não se faz de vítima excessivamente. Ela é independente e sincera com todos ao seu redor e por isso que atraiu Tyler. Ela é real e não precisa fingir algo que não é. Tyler é o bad boy que se eu encontrasse na rua ficaria com medo (rs), mas isso é uma casca como forma de não expor o seu jeito sensível. O amor que ele tem com sua família é algo comovente e faz com que a história ganhe algo especial.

Sempre quando vou ler um New Adult e sei que tem uma grande bagagem de drama, quero sentir aquela pontada no coração ao ler, sabe? Quando vou ler algo do gênero espero conflitos que vão fazer meu coração acelerar e torcer que tudo dê certo para os personagens. Isso acontece nitidamente em "True". Os irmãos de Tyler são unidos e o seu cotidiano é enfrentar a mãe com surtos causados pelas drogas. Isso tocou meu coração de uma forma bem profundo, acho que me coloquei no lugar dele e me emocionei com cada situação passada com eles. Rory também tem uma história tocante, pois perdeu sua mãe bem pequena.

A construção dos personagens abrangeu para os protagonistas e secundários. As amigas de Rory, os irmãos de Tyler tem uma grande importância para compor a história num todo. O relacionamento dos protagonistas é bem intensa e ao mesmo tempo moderada. Há momentos que Rory se pergunta se o bad boy pode se interessar por ela mesmo ou é apenas um passatempo. Isso não me irritou muito, pois é compreensível pelas circunstâncias da vida dela com relação à relacionamentos afetivos. Apenas um momento me incomodei com a atitude dela, mas após avançar na leitura compreendi o que a autora quis fazer.

A narrativa da autora é bem fluida do ponto de ler a noite inteira! Sim, tive insônia por culpa desse livro (rs). É algo empolgante e fácil ter empatia com os personagens e se colocar no lugar deles nos conflitos que aparecem diante deles.

Recomendo "True" para os fãs do gênero. Para quem leu Easy tem grandes chances de gostar. Um drama familiar, com um romance intenso e uma escrita moderada com o drama e humor. A série é composta por quatro volumes. O próximo livro será contada a história de Jessica e Rylie (irmão de Tyler).
                                                                     

Onde comprar?

Um comentário:

  1. Esse livro está fazendo bastante sucesso no momento, mas olha, não tenho muito interesse em ler não!
    Bjs

    ResponderExcluir