terça-feira, 17 de março de 2015

[RESENHA] O Baú do Tio Quim de Luiz Antonio Aguiar



Editora:  Biruta
Páginas: 160
Publicação: 2011

Um baú misterioso do tio de Dedá chega em sua casa. Um recado que em breve irá busca-lo está numa carta junto com o baú, mas há um pequeno detalhe nisso tudo: Tio Quim está morto. O baú foi colocado no quarto de Dedá, por falta de espaço e coisas estranhas começarão acontecer. Será um fruto da imaginação ou esse fruto é mais do que real? A família da menina está prestes a viver situações nunca imaginadas antes, tanto em relação ao misterioso objeto quanto no âmbito familiar.

            
A primeira coisa que me fisgou para ler esse livro foi a sinopse. Foi inevitável não ficar curioso para saber o que tinha nesse tão misterioso baú. Ainda mais enviado por alguém que já morreu. Sou uma pessoa extremamente curiosa, então esse segredo não revelado me deixou com uma pulga atrás da orelha e eis que saciei essa curiosidade lendo.
            
Dedá é uma menina de 14 anos muito esperta. Ela vive com seus pais, sua irmã mais nova e outro irmão mais velho. Sua família é como a minha e a sua, com seus problemas e diferenças. Mas em determinado algo revelado por parte de um familiar tudo mudará para eles. Dedá, apesar de se mostrar corajosa no primeiro momento, é perceptível reparar que essa coragem tem suas falhas e eles se mostram quando está sozinha com o baú.
            
A história é narrada em terceira pessoa, sendo assim a exploração com os personagens são maiores. Porém, Dedá ganha um foco maior com relação à narrativa, por ela ser a protagonista que tentará essa descoberta e experiências com o tal baú do falecido tio Quim. No entanto, a história não gira em torno desse mistério do baú, mas paralelamente alguns conflitos familiares irão ser vividos pelos personagens, o que deixou a leitura mais envolvente.
            
A escrita do autor é bem ágil e instigante. Uma história bem explorada e empolgante, ao ponto de conseguir criar aquela expectativa para saber o que tem no tal objeto enviado à família. O toque de sobrenatural foi bem propício, fazendo com que tornasse bem real e não uma mera fantasia. A parte gráfica está muito bem feita, os capítulos são intercalados com as letras pretas e laranjas, interrompido eventualmente com desenhos e a diagramação excelente.

            
Um livro recomendado para o público juvenil e para aqueles que são fãs de um mistério. Um momento pensei que o autor estava desviando o foco do objeto do tio Quim, mas depois ele volta com força total. Esse desvio é necessário para abrir outros caminhos para os personagens vivenciarem e não ficar somente numa coisa ao ponto de se tornar enfadonha. Fantasia e o mundo real se misturam de uma forma coerente na medida certa.
                                                                     

Onde comprar?

4 comentários:

  1. Olá!
    Eu conheci esse autor através do livro "Tudo por causa dela!", um romance infanto-juvenil. A escrita dele é muito boa, ele mergulha mesmo no universo adolescente. Gostei da premissa desse livro. Vou anotar a dica. A capa é bem simples, mas até que é interessante.
    Como eu curto um bom mistério, ficarei de olho para ler a obra futuramente.
    Ótima resenha. Abraço!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ygo!

      Realmente o que me chamou atenção foi a capa (muito linda) e a sinopse. Ele realmente entra no mundo adolescente e consegue desenvolver de maneira bem natural e envolvente.

      Abraço5

      Excluir
  2. Eu gosto de livros de misterio, mas este não me interessou muito.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, Capa E Título. Convido vocês a visitarem meu blog. Tem muita coisa legal sobre Literatura por lá! http://luizantonioaguiar.blogspot.com.br/ Luiz Antonio Aguiar

    ResponderExcluir