domingo, 31 de maio de 2015

[RESENHA] O Marido Ideal de Holly Peterson


Editora:  Grupo Editorial Record
Páginas: 416
Publicação: 2015


Allie Crawford tem uma vida e família perfeita. Tem um emprego bem sucedido em relações-públicas e é o braço direito do seu chefe, tem dois filhos e é casada com Wade, editor de uma revista. Porém, sua vida muda a partir do momento que depara com seu marido trancado na área de serviço com uma loira linda em plena festa em sua casa. O que ela construiu do marido começa a descontruir depois de várias evidências que ele não é aquilo que pensava, imaginava ou que ela mesmo criou. Nesse período surge alguém do seu passado que a marcou e abalará suas emoções e outro homem que ajudará em sua vida acadêmica e até mesmo refletir sobre que aconteceu em seu passo e o que poderá fazer para mudar esse quadro tão caótico.
            
Amo Chick-lits, aqui no blog isso é bem evidente. Eles trazem uma escrita bem humorada, com conflitos hilariantes e situações inusitadas em comparação à outros gêneros que lemos por aí. Em "O marido ideal" é assim. Na obra estamos em uma situação de dúvidas com relação a Wade, o marido de Allie que parece ser o homem perfeito, mas aparentemente há muita coisa escondida.
            
Allie é uma personagem que no começo se mostrou ingênua e sonhadora ao ver em seu marido alguém fiel e honesto. A partir do momento que suas dúvidas começam a brotar essas posturas começam amadurecer e torna-la esperta e desconfiado em tudo que se refere a ele. O que tornou então um processo de leitura bem empolgante em algumas situações. Ela fica indecisa o seu casamento e o que poderá acontecer se ele desmoronar, caso seu marido realmente esteja escondendo algo dela.
            
O leitor deve se ater nos momentos que a autora utiliza os flashbacks, pois são extensos e o que poderá ficar confuso para a transição de volta ao presente. Isso e algumas cenas e um pouco da escrita em algumas partes do enredo deixaram a leitura cansativa. Porém, o livro tem um plot instigante e criará no leitor a vontade de querer descobrir o que realmente Wade esconde.
            
Aos dois personagens que inserem na história, posso adiantar que: Um faz parte do passado de Allie, uma paixão não resolvida e que a sempre marcou. O segundo está no presente e que Allie ficará tentada em ter algo com ele, mas ele é como um psicólogo em ouvi-la sobre seu passado e dará palavras de incentivo.

            
Para quem é fã de Chick-lit, esse livro poderá ser uma leitura bem divertida. A autora tem um maneira de narrar contendo um teor cômico em doses grandes. Ela também é autora do livro “Um babá em minha vida”, também lançado pelo Grupo Editorial Record. "O marido ideal" foi um livro que me divertiu muito e o que mostrou que as aparências realmente podem enganar.
                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário