segunda-feira, 27 de julho de 2015

[RESENHA] Um Amor Escandaloso de Patricia Cabot



Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 378
Publicação: 2015


Kate Mayhew é contratada pelo marquês Burke Traherne para ser acompanhante de sua filha Isabel, pois a menina nunca respeita ou aceita nenhuma orientação das que ocuparam o lugar. Essa contratação ocorreu de forma inusitada e por um mal entendido, mas Kate aceitará por necessidade. O que deveria ser levado somente para o lado profissional, a presença de Kate mexeu com o marquês. Burke tem um passado manchado de polêmicas com relação a sua ex-esposa, por ser sido traído. Kate tem um passado conturbado e um acontecimento escandaloso que ela tenta esconder de todas as formas, o seu medo é que o que aconteceu venha à tona. O que ela não sabe é que uma parte desse escândalo sempre espreitou ao seu redor desde que o que aconteceu. Um amor proibido, pela diferença social e o medo de uma traição serão um dos empecilhos para que o casal encontre a felicidade.
            
Para quem não sabe Patricia Cabot é um pseudônimo de Meg Cabot, usado para escrever romances históricos. Meg é conhecida pela sua imaginação fértil de escrever histórias de diversos gêneros. Esse é o primeiro livro que leio como Patricia, o que percebi uma diferença total da escrita dela e o que me agradou bastante.
            
Kate foi uma personagem que amei e me irritei ao mesmo tempo. Ela é uma jovem corajosa e competente naquilo que faz, porém sua omissão em algumas vezes e seu orgulho foram os pontos que me irritaram. Burke foi um personagem que me surpreendeu, seus sentimentos foram mais exposto do que os da própria protagonista. Apesar de parecer ter um coração de pedra, no seu interior possui alguém carente com o desejo de ser amado.
            
A história tem uma premissa atrativa, mas o seu desenvolvimento percebe-se um clichê mal elaborado, com conflitos fracos. Um dos momentos mais importantes da história desenrola de maneira muito rápida, o que poderia trazer mais ação. O romance é bem água com açúcar, com algumas cenas mais calientes.
            
A escrita de Patricia é envolvente e consegue trazer ao leitor aquela época, colocando detalhes propícios para uma construção mental da narrativa. Alguns personagens secundários são mal construídos, mas a leitura é ágil e objetiva.
            
Para os fãs de romance histórico essa é uma ótima dica para colocar nas suas listas de desejado, mas adianto que é um romance leve. Uma história com escândalos, segredos, amor proibido e uma chance para começar uma nova vida, “Um amor escandaloso”, cumpriu o seu papel de ser uma leitura agradável, mas não foi tudo aquilo que esperava.
                                                                     

Onde comprar?

2 comentários:

  1. Ei Luke! Poxa, como fã da Meg também tenho grandes expectativas quanto aos seus livros históricos, que nunca li. Agora vou tentar ir com "menos sede ao pote" pra não me decepcionar rsrs. Mas como sou fã de romances históricos, é provável que pelo menos me divirta! Ótima resenha! Beijos!

    www.secaoreservada.com.br

    ResponderExcluir
  2. Foi bonito? Foi intenso? Não rs Mas deu pra ser uma leitura agradável, o que poderia ser arrebatadora. No entanto, vi que alguns livros dela seguem essa mesma linha, mas outros comentam que são excepcionais... Agora é ler e tirando a prova rs

    Abraço5 Paulinha

    ResponderExcluir