segunda-feira, 23 de novembro de 2015

[RESENHA] After - Depois da Promessa (After #5) de Anna Todd

Editora: Paralela
Páginas: 448
Publicação: 2015 



Após a revelação que Christian Vance é pai biológico de Hardin tudo torna um turbilhão de emoções para o bad boy. Hardin vê sua vida como uma mentira e os seus demônios se manifestam abruptamente, decorrente a isso coloca em perigo a relação com Tessa. O que poderia parecer um progresso veio para água abaixo e deixam sentimentos do casal a flor da pele. Um que não está aguentando mais uma convívio tão imprevisível e o outro não sabendo controlar seus ânimos e muito menos ter uma perspectiva de um futuro com o outro. Esse será o momento decisivo para Hardin e Tessa: eles enfrentarão os problemas um do outro juntos ou apenas irão desistir de uma relação que em suma só é nutrida por algo negativo.

Esse é o último volume da série After – amém!-, ou seja, quando uma série está terminando ficamos com expectativas para um desfecho coeso e uma história excelente para fechar com chave de ouro. Aconteceu isso com esse? Mais ou menos.


 "...e isso serve para me mostrar que só as próprias pessoas podem mudar a si mesmas, por mais que tentemos. Elas precisam querer isso tanto quanto nós, ou não há esperança".


Tessa após brigar pela milionésima vez com Hardin chega a conclusão que seu relacionamento não é sólido, não há nada concreto. Sendo assim, suas esperanças para um futuro com Hardin estão com seus dias contados. Para mostrar Tessa que a esperança é a última que morre, ele decide correr atrás do prejuízo. Os esforços de Hardin não é mais suficiente e ele se vê forçado a mudar, se realmente quer ter um futuro com ela. Pois a paciência dela acabou – e a minha como leitor já acabou há muito tempo, mas sempre damos uma chance para eles, até hoje não entendi o porquê.

Nesse volume há mais conflitos e eles são cruciais para o desenvolvimento e desfecho da trama. Mas percebi que do início até a metade do livro ficou enfadonha e arrastada. O que poderia ter sido encurtado e ser mais objetivo, a autora preferiu dar aquela encheção de palavras, para quem sabe dar mais páginas e ficar aquele livro grossinho (rs). Porém, da metade até o final a leitura começou a engrenar, e finalmente consegui me envolver com os personagens e suas dificuldades, me emocionei e torci também.


 "É impossível mudar as pessoas que estão convictas do que são. Todo nosso apoio não basta para compensar as baixas expectativas que têm de si mesmas".


Percebemos claramente as mudanças dos personagens nos decorrer das páginas. Vemos fases de cada e isso foi um dos pontos que mais me agradou. Hardin com suas atitudes impulsivas e atitudes que deixa qualquer um irritado, notamos uma amadurecimento sincero. Tessa que já era um pouco mais madura, pois já enfrentou muitas coisas nos volumes anteriores, percebe mais fragmentos do seu relacionamento que não reconhecia, mas através disso começa a trabalhar e a crescer. Outros personagens nos mostram uma mudança também, como por exemplo, Landon, o melhor amigo de Tessa e “irmão” de Hardin.

A história não focado somente no relação do casal, há outros conflitos que são inseridos como: família, amizade, decisão profissional, etc. Anna conseguiu amarrar todas as pontas e fazer com que o leitor se envolva uma boa parte até o final. Não há outro final mais lindo que ela poderia ter dado para #Hessa. Se você está prestes a ler esse último volume, prepare-se sua paciência e sua emoção.


                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário