domingo, 13 de dezembro de 2015

[RESENHA] Cinco dias, de Julie Lawnson Timmer


 

Editora:  Novo Conceito
Páginas: 368
Publicação: 2015


Mara Nichols é uma mulher independente, uma advogada bem-sucedida. O que poderia ter uma vida feliz, uma novidade drástica surge em sua vida: ela está doente. Mara possui uma doença incurável e ela decide pôr fim nos seus sofrimentos dos últimos tempo. Scott Coffman leciona em uma escola de ensino fundamental e ele precisa cuidar de um garoto de oito anos, pois a mãe está pagando pena na prisão. Essas duas pessoas têm cinco dias para dizer adeus àquelas pessoas que amam.

Um livro que fiquei muito receoso antes de ler, pois pela premissa já nos remete ao drama. Eu tenho ficado saturado com esse tipo de livro e premissas que já imaginamos o que vai acontecer de tão previsível que é. Mas ao começar a leitura aos poucos a trama foi me conquistando, e enfim, envolver com os personagens e suas histórias.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas narrando os dois lados (Mara e Scott) paralelamente. Eles tem algo em comum e no decorrer dos capítulos vamos conhecer mais tudo que envolve a vida deles. Nos é apresentado outros personagens para que possamos compreender a ligação deles com os protagonistas. Isso foi algo que me fez me aproximar com eles, pois os diálogos trazem o leitor a realidade pelas circunstâncias.

A bagagem emocional é grande, pois trata de situações e sentimentos sensíveis e desesperadores. A relação familiar é trata de forma comovente que nos leva se emocionar também. Uma mulher casada, com filho e descobriu que tem uma doença incurável. Do outro lado temos um homem recém casado e possui um laço forte com uma criança e tem o desejo de adotá-la, mas há objeções para que isso aconteça, sendo que uma delas é sua esposa. São conflitos que trazem a realidade à tona, pois 
isso acontece no nosso redor diariamente.

Julie nos traz uma escrita delicada e consegue nos envolver de tal forma que fez chorar em alguns momentos (#choromuitoemlivros). E indico para você que também se identifica com o gênero e que ama livros com lições primordiais para sua vida. Certamente você também sentirá tocado e se envolverá com os personagens.
 
                                                                     

Onde comprar?

2 comentários:

  1. Gostei da resenha e confesso que quando li a sinopse o livro não me pareceu interessante, mas gosto de ler livros com personagens sensiveis e uma leitura que nos ensina alguma coisa.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, cinco dias para dizer adeus? Já imagino que o livro é forte em questão emocional mesmo.
    Gosto de livro de drama, mas me fazem entrar em ressaca literária, e eu também, choro muito lendo livro, normal na vida de leitor kk
    Beijos
    Lost Words

    ResponderExcluir