segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

[RESENHA] Mentiras que Confortam, de Randy Susan Meyers

 


Editora:Novo Conceito
Páginas: 368
Publicação: 2015



Há cinco anos Tia se apaixonou perdidamente por um Nathan. Porém, ele a deixou quando ela engravidou e quando o bebê nasceu ela o levou para adoção. Caroline então adotou a criança para agradar o marido. Agora ela está indecisa de saber se exercerá seu papel de mãe e esposa. Juliette tem uma vida como toda mulher deseja e acha perfeita: um casamento firme, dois filhos e um negócio bem sucedido. No entanto, ela descobre o caso do seu marido, Nathan. Ela o perdoa. Tia não superou até hoje o fim do relacionamento com Nathan, todos os anos ela recebe a foto de sua filha, agora ela irá mandar para a casa do ex. O efeito dominó de mentiras está prestes a desmoronar e será que isso será o fim de um casamento ou o amor é possível dar mais uma chance?

Um livro denso e sério, que trata de assuntos delicados e corriqueiros do dia a dia, pois constantemente sabemos de alguma traição de algum conhecido. A falta de confiança, o sentimento obsessivo, a falta de respeito e caráter é presente nessa obra.

Tia é uma personagem que sabe que ele Nathan é casado, quando ela engravida ela é levada naquela onda que ele ficará com ela por causa disso. Mas ele faz isso. Muito pelo ao contrário ele deixa um bilhete para ela fazer um aborto e some da sua vida. Isso é de deixar qualquer pessoa apaixonada perplexa e alguns casos esse relacionamento não acaba, assim no caso de Tia. Nathan também é o errado da história, e quando sua mulher Juliette descobre sobre o caso sua revolta é grande e o marido faz a promessa que nunca mais irá trair.

Um triângulo amoroso gritante que nos faz refletir sobre muitas coisas. Uma criança que é adotada por uma mulher que fez essa ação para agradar o marido. Uma mulher que entregou seu filho para adoção porque o namorado não ficou come ela. Um marido infiel. Uma esposa que pensou que sua vida estava perfeita, porém, mentiras e mentiras começaram a surgir em sua vida. Quando ela pensou que tinha superado uma, outra veio.

Uma trama que trata de conflitos familiares e assuntos tão presentes ao nosso redor. “Mentiras que confortam”, é para aqueles fãs de drama. Uma leitura fluida e envolvente, faz com que o leitor reflita e sinta as emoções dos personagens ali narrados. A mentira é um ato constante ao nosso redor e em nossa própria vida, e quando há envolvidos nela, a catástrofe pode ser muito maior.

                                                                     

Onde comprar?

Um comentário:

  1. Nossa, isso sim é drama. A história realmente é bem próxima da realidade de muitas pessoas, e a mentira está ao nosso redor o tempo todo como citou. É um história bem intrigante, e pela sua resenha fiquei bem curiosa para saber o que acontece no final. Nem a amante e nem o marido infiel estavam certos, e quem sofre com tudo isso é a criança.
    Parabéns pela resenha. Não conhecia o livro, mas adoro dramas. beijos
    Lost Words

    ResponderExcluir