quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

[RESENHA] Morri Para Viver de Andressa Urach



Editora: Planeta
Páginas: 240
Publicação: 2015

Andressa Urach estourou na mídia das subcelebridades brasileira como a "vice Miss Bumbum que teria ficado com o jogador Cristiano Ronaldo". Desde então, sua vida foi um furacão de acontecimentos, tudo para se manter no hall da fama e conseguir ganhar muito dinheiro. O seu apogeu se deu durante o reality show A Fazenda, em que ela se tornou uma das mais polêmicas participantes do programa, brigando com vários outros colegas dentro da casa, chegando a cuspir em alguns. 

Mas o que ela não esperava era que, depois de tudo isso, algo aconteceria em sua vida que mudaria completamente toda a sua visão de mundo. Depois que suas próteses de silicone, colocadas nas coxas para ficarem maiores, começaram a vazar o líquido de seu interior por todo o seu corpo, ela começou uma jornada que quase lhe levou à morte. Primeiro ocorreu o seu internamento, por onde passou por cirurgias para conseguir restaurar o que sobrou de sua perna. Nesse período, ela chegou a fica em coma por 3 dias, período durante o qual ela alega ter se encontrado espiritualmente com Deus e de ter modificado o seu pensamento, se convertendo ao cristianismo e se tornando evangélica da Igreja do Reino de Deus. 

Nesse livro, Urach conta detalhes de sua vida pregressa, com inúmeros segredos que jamais tinha revelado anteriormente. Em sua corrida pelo sucesso, ela passou por várias situações em sua vida, desde se prostituir em nome do dinheiro a usar drogas desenfreadamente em festas de amigos milionários que só queriam usar o seu corpo. Dentre as grandes polêmicas que envolvem esse livro, tem-se a de que a ex-modelo teria perdido a virgindade com o seu próprio irmão e a de que teria tido relações sexuais com um cachorro.

Como sempre gostei de reality shows e de acompanhar blogs que contam a vida das subcelebridades, com fortes doses de ironia por sobre isso, já conhecia a Urach há algum tempo e acompanhei o seu drama durante o seu caminho para a cura. É claro que sexo vende, e muito e, talvez por conta disso, a história de vida de Urach tenha interessado a tantos ultimamente, tornando-a um best-seller brasileiro. 

Algumas coisas me incomodaram durante a leitura. Percebe-se claramente a escrita mesclada que Urach fez junto com o seu ghost writer Douglas Tavolaro. Em diversos momentos é como se a autora tivesse apenas iniciado capítulos ou feito um texto-base para que fosse melhor desenvolvido posteriormente. Outro ponto foi o de elencar de forma perjorativa alguns ritos de religiões com matrizes africanas. Entendo que a nova filosofia de vida da autora, em sua nova religião, faz com que esta tenha esse tipo de pensamento, mas, em se tratando de um livro de tamanho alcance, certos tópicos deveriam ser melhor trabalhados.

No mais, é uma leitura para quem é curioso e para quem tem interesse em saber tudo sobre o passado de Andressa Urach.

                                                                     

Onde comprar?

3 comentários:

  1. Esse livro eu passo da minha lista, essa Andressa não me agrada nenhum pouco.

    ResponderExcluir
  2. Confesso que não tenho interesse em ler esse livro, primeiro porque não gosto de ler biografias muito menos autobiografias, mas espero que quem leia goste.

    ResponderExcluir
  3. Esse é um livro que eu não nunca leria.
    Não faz meu estilo, e também acho que para ler um biografia, preciso ser primeiro fã da pessoa. A sua resenha está muito bem feita. Beijos
    Lost Words

    ResponderExcluir