quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

[RESENHA] Perdido Em Marte de Andy Weir



Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Publicação: 2015

Mark Watney é um astronauta que tem a missão de visitar Marte, o planeta vermelho, junto com uma equipe para estudar o local. Porém, quando sua nave aterrissa, uma forte tempestade de areia faz com que a Ares 3, nome da missão, seja abortada e a sua equipe saia às pressas do planeta, deixando sozinho, praticamente sem nada. Para eles, Mark teria morrido no meio do evento.

Porém, Mark está mais vivo do que nunca! Ao se acordar, ele percebe que terá que se virar sozinho para conseguir sobreviver até a próxima etapa do projeto desembarcar no planeta, há mais ou menos 5 anos a frente. Para isso, ele usará de seu mestrado em botânica para conseguir cultivar batatas, que juntamente com a comida deixada pela tripulação, farão com que ele consiga se alimentar com o mínimo de calorias possível a cada dia. E também ele usará de sua graduação em Engenharia Mecânica para consertar todo o maquinário existente e manter todos os aparelhos trabalhando para tal.

É diante dessa luta pela sobrevivência, isolado em um planeta distante, que a jornada de Mark ocorrerá. Mas se engana quem achar que ele estará apenas pensando em como sair dessa e que fará grandes pensamentos reflexivos sobre a vida e tudo mais. Mark não deixa em nenhum momento seu bom humor de lado e recheia o seu diário co grandes ironias, enquanto vive dia após dia aproveitando tudo que lhe é dado.

Perdido em Marte é uma mistura de ficção científica e suspense, recheada de humor, que trabalha uma narrativa temporal mesclando os pontos de vista de Mark, o protagonista, e das pessoas que estão na Terra, trabalhando para que ele volte são e salvo. 

A narrativa do autor é, sem dúvidas, o ponto alto desse livro. Andy conseguiu imprimir um ritmo muito gostoso de leitura, usando da primeira pessoa em pensamento na maior parte do livro e não fazendo com que um texto com poucos diálogos ficasse cansativo. A construção dos personagens se deu de forma muito boa, sobretudo do protagonista. Ha alguns ganchos e sacadas muito boas ao final de cada capítulo.

Outro aspecto que me agradou bastante foi o uso da formação acadêmica do protagonista tanto na explicação e no respaldo para as suas atitudes, quanto no que tange ao seu trabalho psicológico. É muito raro que os autores abordem a vida acadêmica de seus personagens e sempre adoro quando abordam esse aspecto.

Leitura recomendada a todos que querem ler um livro divertido e leve, mas ao mesmo tempo tocante e profundo.

                                                                     

Onde comprar?

2 comentários:

  1. tenho curiosidade em ler o livro pois nunca li nada do genero, depois de fazer a leitura também quero assistir o filme.

    ResponderExcluir
  2. Eu não gosto muito do gênero, mas confesso que sua resenha me deixou com vontade de ler. Fiquei curiosa para saber como ele vai voltar para casa, e como vai sobreviver esse tempo todo.
    Beijos
    Lost Words

    ResponderExcluir