quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

[RESENHA] Os Molambolengos de Evangeline Lilly



Editora: Aleph
Páginas: 48
Publicação: 2015


Uma garota, ao passear no parque de diversões com o seu balão, se perde e descobre uma carroça em formato de castelo, sem saber o que encontraria ali dentro. Ao entrar ela se depara com um palco de teatro de bonecos, de marionetes para ser mais exato, e isso a deixa intrigada. Uma voz logo anuncia o começo do espetáculo, mas ela acha isso estranho, uma vez que ela não consegue ver ninguém além dela ali.

Logo, um a um, a trupe de mamulengos começa a se apresentar. Temos o Papai Pedante, que como o próprio nome já diz é extremamente chato; a Mamãe Malandra; a Gilda Gananciosa e o Carlos Culpado; O André Arrogante, o metido a Don Juan, e a Lúcia Lesada, que reclama de tudo; o Golias Glutão, o Elias Espetáculo e a Marta Muda. Cada um com suas peculiaridades, todos fazem parte do elenco do grande show.



Porém, algo de inusitado está para acontecer e, ao começar pelo estourar do seu balão, nossa protagonista passará por uma jornada de descobertas e questionamentos que a levarão a algo completamente novo, mas um tanto sombrio.



Os Molambolengos é um livro infantil, primeira publicação do gênero da editora Aleph. Vale destacar o incrível trabalho com a edição, tanto na capa quanto nas ilustrações da história, que ficaram lindas. A qualidade do papel e da impressão também foram muito boas.



A leitura é rápida, em virtude de ser um livro infantil. O vocabulário é adequado ao público e também destaco o trabalho de tradução que manteve o sentido da história, sobretudo no que tange aos nomes dos personagens que deve ter requerido um trabalho mais esforçado para tal.

Recomendo a todas as crianças, lembrando que o livro foge do singelismo completo, comum a outras histórias para esse público.
                                                                     

Onde comprar?

Um comentário:

  1. Resenha maravilhosa, meu amigo!

    Quero muito ler este livro, mesmo sendo de cunho infantil. Que edição extraordinária, né? hehehe Cada nova página um novo encantamento. Obrigado por trazer esta ótima recomendação, sempre com leituras ótimas. Abração. *-*

    Ewerton Lenildo - Viajante das Letras.
    viajantedasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir