sexta-feira, 1 de julho de 2016

[RESENHA] Diário de uma cúmplice de Mila Wander


Editora: Essência
Páginas: 336
Publicação: 2016

Christine tem uma vida pacata e rotineira, pois basicamente se resume em trabalhar em uma escola infantil, faculdade e servir de vela com sua amiga e namorado quando vão sair. Ela está cansada de viver assim, dentro de si busca um meio de mudar, mas não sabe como. Porém, isso mudará no momento em que depara com Miguel. Um homem misterioso e bonito. O que seria um flerte, uma arma é apontada e Christine está a mercê dele. Acobertando Miguel da polícia ela se tornou cúmplice de um crime que nem sabe. Decidindo em acompanha-lo, a moça com sua vida tediosa terá grandes surpresas no futuro, pois em breve conhecerá o grupo que faz parte da maior quadrilha do Brasil. Atraída por Miguel, Christine terá grandes obstáculos a enfrentar se realmente quer ficar ao lado do moço com olhos sedutores.

Me aventurei em uma das histórias de Mila Wander outra vez. Sou seu fã desde a época em que ela começou a postar no Wattpad o “Safado do 105”, também lançado pela editora Planeta. A autora consegue trazer na ficção histórias condizentes com a realidade, construídos com personagens que nos identificamos e conflitos coerentes e sérios. Outra vez me apaixonei pela sua escrita.
A vida sempre tem o dom de nos impressionar e, de repente, o que achávamos ser  certo não nos faz feliz como gostaríamos.
Christine foi uma personagem que até agora não sei defini-la. Há um misto de personalidade que me fez ama-la e detesta-la diversas vezes. Ela tem uma autoestima baixíssima, pois sua vida é apenas trabalho e estudos. Não encontrou ainda nenhum amor que possa desejar algo a mais. Porém, atraída por Miguel, um criminoso e ela sabe bem disso, decidiu segui-lo. Algo super normal, alguém achar alguém bonito e querer de qualquer forma, mesmo sendo cúmplice de um bandido. Miguel é um homem charmoso e inteligente, primeiramente usou Christine para se esconder, mas aos poucos um sentimento mais forte o despertou. Quando Christine se adentra nesse grupo sua personalidade já é modificada um pouco. Ela consegue tirar de si uma mulher fatal, forte e sedutora. Essa personalidade é usada em poucas vezes em momentos propícios, isso fez com que me irritasse com ela.

A trama narrada em forma de diário, onde Christine expõe tudo que vivencia antes, durante e depois nessa trajetória surpreendente em sua vida. Os personagens são construídos de forma com que possamos conhecer suas personalidades, os secundários também são explorados de forma equivalente ao dos protagonistas, isso gostei bastante.

Sim, eu havia crescido, tinha aprendido várias ~lições e me tornado uma mulher. Conheci o amor, desvendei a amizade e criei medos que nem sabia que podiam existir.

Mila nos traz lições como lealdade, amizade, escolhas e suas consequências. Uma das interações mais lindas que vi na obra foi a amizade entre Christine e Christian, um dos integrantes da quadrilha. Uma relação baseada na lealdade, proteção e carinho. A autora conseguiu equiparar um personagem secundário com um protagonista de forma natural e elaborada.
Mais uma vez a escrita de Mila foi fascinante. Extremamente envolvente e instigante, ficamos apreensivos e aflitos no decorrer das páginas para saber o que irá acontecer com Christine e as pessoas ao seu redor. Inserindo conflitos eletrizantes um atrás do outro.

Para os fãs de romance e ação, este livro é muito recomendado. Não é apenas um romance clichê, porém há ação, drama e elementos que fará com que o leitor queira saber o final desta história.

Achei a capa muito bonita e segue a linha da proposta do livro. Porém achei o tamanho da fonte muito pequena. Todo início de capítulo contém a data, dia e o mês em que o diário está sendo escrito, o que ajudou bastante para compreender a temporalidade da trama.

Onde comprar?


Nenhum comentário:

Postar um comentário