sábado, 3 de setembro de 2016

[RESENHA] O ar que ele respira (Elements #1) de Brittainy C. Cherry

 
Editora: Grupo Editorial Record 
Páginas: 308
Publicação2016     
Lizzie perdeu seu marido há um ano, junto com sua filha está retornando à cidadezinha que viveu muitos momentos felizes ao lado do seu amor. Seu desejo é recomeçar e construir uma nova vida com os cacos que restou. Seu coração ainda sofre, sangra e grita o nome de seu marido, o único e verdadeiro amor que já teve. Ao se deparar um homem de aparência ríspida em uma circunstância, seu coração recebe um refresco, mas também de estranheza. O responsável de Lizzie deslumbrar sua beleza é Tristan. Ele também passou por muita dor ao perder sua esposa e filho. Sua vida é vazia, seu coração é quebrado e o ânimo de viver é inexistente.
Uma relação será construída entre Lizzie e Tristan, mas não será como os romances que a jovem mãe lê para o clube do livro de sua cidade. Será de muitas situações incomuns, o desejo de aprender a respirar novamente e uma chance para o amor será vivido por ambos. A perda é ponto final para encontrar a felicidade plena? O amor é capaz de superar tudo e fazer com que dois corações partidos descubram razão para viver?
Há livros que a conexão entre os personagens e o leitor é como química perfeita. Os personagens, enredo e o contexto em si da história nos abraçam e fazem com que amemos cada página. Isso aconteceu comigo ao ler “O ar que ele respira”. Foi algo fascinante, experiência singular que desejaria viver em cada livro lido. Mais uma vez neste blog, esta resenha não conterá tudo aquilo que amei em um livro. Há sentimentos indescritíveis para pôr em um tela de computador.
Lizzie tem uma filha, o intuito de voltar a cidade que viveu com seu marido é recomeçar. Dar uma nova chance para viver e em algum momento superar a perda do seu amor. Tristan perdeu o seu chão ao receber a notícia da perda de sua esposa e filho. Seus sonhos foram dissipados, sua vontade de viver também. A relação entre os dois começam como consolo para o outro, para experimentar como “faz de conta” o que viveram com seus amores. Porém, esses momentos não serão fáceis e sentimentos conflitantes entraram nas frestas do coração de ambos. Tristan perdeu a esperança de retomar sua vida, já Lizzie tem o objetivo de encontrar uma forma de viver por causa de sua filha. O oposto une os dois e que passam a viver dias de refrigério.
Os personagens foram construídos de forma surpreendente, pois cada um traz sua singularidade e personalidade. Lizzie e Tristan são como âncora para o outro, eles são responsáveis para trazer equilíbrio às suas sanidades. Percebem que no outro há uma luz no fim do túnel para voltar a respirar e sem entregar a dor da perda a cada dia.
Podemos encontrar na trama vários elementos que completam a história e faz com que não seja um drama pesado, podemos encontrar momentos cômicos, sarcásticos e de sensualidade. Os conflitos expostos são sérios e trabalhados de maneira coerente.
A escrita de Brittainy continua envolvente. Vários momentos ela nos traze quotes reflexivos e eventos emocionantes. Certamente lágrimas rolarão no seu rosto assim que você começar a ler. É uma história forte, sentimentos que são desnudos e nos traz tantas lições para a vida. Uma delas é expressar o amor das pessoas que nós amamos.
Uma obra emocionante, que fará com que os fãs de romance se apaixonem com a história de Tristan e Lizzie. Uma trama de superação, nova chance para o amor, um romance delicioso de se ler. Escrita envolvente e intensa. Um romance arrebatador.

Onde comprar?


Nenhum comentário:

Postar um comentário