domingo, 9 de outubro de 2016

[RESENHA] Evangelho de Sangue de Clive Baker


Editora: Darkside Books
Páginas: 360
Publicação: 2016

Harry D'Amour é um detetive autônomo especializado em investigar casos sobrenaturais. Norma Paine, uma de suas amigas mais antigas, lhe pede que ele vá investigar uma casa que supostamente está assombrada. Lá ele se depara com vários objetos, dentre ele a Caixa de Lemarchand, ou Caixa das Lamentações. À medida que tenta configurá-la, ele começa a se deparar com seus demônios internos que ganham força e forma. Posteriormente, ele se juntará à Norma e a seus amigos próximos e que os ajudam no combate às forças das trevas, Caz e Dale, em busca de um lugar protegido de tais demônios.

No mundo infernal, digamos assim, Felixston, fiel escravo de PinHead, se revolta contra seu mestre por este o prejudicar em um ritual satânico de procriação. É então que ele se aproxima do grupo de paranormais e sequestra Norma, abrindo uma espécie de portal do Inferno, que permite o fluxo de humanos e demônios por entre os dois mundos. O grupo que sobrou parte em uma busca desenfreada por Norma, uma vez que o portal logo se fecha e eles não sabem do paradeiro dela. PinHead, por sua vez, tem planos em sua mente. Ele quer lançar um herdeiro para o mundo. Para isso, ele faz uma série de feitiços e rituais em busca de tal criança que viria a ser o seu sucessor. 

O livro tem mutas partes de ação misturadas ao terror, gênero cerne da obra. O plot principal é abordado em toda a narrativa, coisa que gostei bastante. Como esse foi o meu primeiro contato com o autor e também com o personagem Hellraiser (sim, eu nunca tinha assistido aos filmes também), tive um pouco de dificuldade em alguns momentos, sobretudo com a caracterização dos personagens e situação minha no universo da narrativa. Dá para entender a história em si, mas acredito que se eu tivesse lido os outros livros do personagens ou visto os filmes antes, conseguiria compreender melhor.

O livro, como todo bom livro de terror deve ser, é bem forte e em alguns momentos a leitura aguça bastante o psicológico do leitor. Em algumas cenas tive que colocar o livro de lado de tanta aflição que tive. Algumas cenas exigem estômago forte para quem as lê então já é bom ficar sobreavisado antes de começar a leitura.

Já está quase redundante enaltecer o trabalho da Darkside em suas edições, mas é algo realmente incrível e preenche um nicho muito necessário no mercado editorial brasileiro há tempos. O livro vem com capa dura, folha de guarda bem elaborada, marcador de fita e ainda um impresso e um projeto gráfico incrível. 

Recomendo a tod@s que gostem de terror e do personagem Hellraiser e que queiram saber mais sobre a sua origem e o surgimento da grande lenda. Leitura muito legal.
                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário