terça-feira, 11 de outubro de 2016

[RESENHA] Um Reflexo na Escuridão de Philip K. Dick



Editora: Aleph
Páginas: 352
Publicação: 2016

Robert Arctor, vulgo Bob Arctor, é um agente da polícia especializado em investigar casos envolvendo viciados em drogas. Ele trabalha como agente duplo, ou seja, trabalha para a polícia e também se infiltra no meio dos viciados para realizar sua investigação mais de perto, nesse caso usando o nome de Fred. Porém, é nessa situação que Bob/Fred acaba se viciando em substância D, a droga do momento na cidade, que atua em partes do cérebro causando danos neurológicos sérios. É nesses dois pólos que vive o protagonista e, de certa forma, toda a sociedade em que ele está inserido agora. 

Um Reflexo na Escuridão foi o meu primeiro contato com o autor, cuja obra sempre me despertou certa curiosidade. Comecei com pé direito, com uma história incrível e uma leitura sensacional. A principal qualidade da obra está em aproximar o leitor da mente de um usuário de drogas. Dick faz isso de uma forma incrível, com descrições detalhadas de todos os efeitos que uma substância pode causar na mente de um viciado.

A escrita de K. Dick é viciante, faz com que o leitor se mantenha ávido para saber como tudo se desenrolará e como acontecerá o final. Ele sabe dosar bem os momentos de ação com os de suspense ou de apenas desenvolvimento da história em si, colocando os pontos de clímax de forma equilibrada e correta. Outro ponto forte é a crítica social que o autor traz, camuflada pelas alegorias que traz nas relações entre os personagens. Esse é um excelente exemplo de livro que demonstra como a ficção científica não é um gênero meramente de entretimento, mas sim que traz também tópicos de discussão e reflexão.

O final do livro é sensacional! Há um plot twist que modifica e dá sentido a toda a história. Não vou revelar muitos detalhes, para não dar spoilers, mas aviso aos leitores que prestem bastante atenção aos capítulos finais para captar o que acontece.


Excelente livro tanto para quem está começando a ler o gênero ou para quem já o lê. Recomendo muito a leitura.
                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário