sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

[RESENHA] A Casa Assombrada de John Boyne



Editora: Companhia das Letras
Páginas: 296
Publicação: 2013

Eliza é uma jovem rica, que sempre teve tudo na vida.Ela é muito próxima a seu pai, que sempre a encheu de amor, carinho e de todos os sentimentos bons e nobres. Porém, após o seu falecimento, ela se vê sem rumo na vida. Logo ela decide aceitar um emprego de governanta em um vilarejo distante de onde morava. Porém, ao chegar lá, ela se depara com algumas crianças numa mansão completamente vazia. Ou pelo menos é o que ela acha.

Sem conhecer seus reais patrões ou os outros empregados da casa, Eliza resolve então começar a trabalhar para os jovens. Logo ela começa a ter sensações estranhas como se alguém a observasse ou se alguém estivesse a seguindo pelos corredores. Sua vida começa a correr risco quando uma série de acidentes a envolvendo acontece. 

A Casa Assombrada é um livro que mistura suspense e terror, escrito pelo autor irlandês John Boyne, meu autor favorito da vida. O livro é uma espécie de recontagem do clássico do gênero A Volta do Parafuso.

Esse é um livro que, digamos, foge ao padrão dos outros livros do autor. Como já li todos os livros do Boyne publicados no Brasil, detecto que ele tem algumas temáticas e alguns formatos de narrativa já predeterminados. Porém em A Casa Assombrada nenhum desse elementos foi utilizado.  narrativa suave e gostosa do autor continua, mas só. O livro não tem forte peso nos personagens infantis, também não retrata um tema com contexto social ou histórico e não traz grandes reflexões e metáforas brilhantes que John já utilizou ao longo de sua obra.

Confesso que, de todos os livros dele, foi o que eu menos gostei. Ainda assim, é uma leitura leve e gostosa, pois Boyne tem uma suavidade na escrita que me encanta muito. O uso das palavras no teto, o dosar entre diálogos e descrições, entre outros aspectos, são coisas muito interessantes de serem lidas.

Recomendo a todos que gostem dos livros do autor, mas não julgo ser esta uma boa porta de entrada para a sua obra geral.

                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário