segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

[Resenha] Provocante (Provocante #1.1) de Paola Scott


 
Editora: Charme
Páginas: 310
Publicação: 2016     
 
Paola é uma mulher já na casa dos quarenta, solteira e mãe de uma menina de dezesseis anos. Ela já foi casada, teve relacionamentos que não conseguiram superar suas expectativas. Ela é contadora, independente e muito bem resolvida. Além disso, é uma leitora voraz de romances eróticos. Paola irá prestar serviço para um advogado, que mal sabe que irá deixar seus hormônios à flor da pele. Pedro Lacerda é um advogado sério e competente, porém, ele nem tudo na sua vida há um quadro branco de acertos. Ele está acostumado a se relacionar com mulheres mais novas, sempre prezando nenhum compromisso sério. Porém, quando conhece a contadora que irá resolver alguns problemas com a Receita Federal, algo em seu interior desperta. Ele irá descobrir e experimentar coisas novas, pois não está acostumado a ter companhia de uma mulher mais experiente. Nem tudo são flores, e esse casal passará uma provação que irá definir o status deste relacionamento.
Quando li a sinopse deste livro já sabia que seria algo diferente do que costumo ler. Percebe-se que se trata de personagens maduros e conflitos mais sérios. Normalmente estou acostumado com personagens beirando minha idade, o que há certa identificação de imediato, pois normalmente são sobre coisas que vejo ou vivencio ao meu redor. Porém, este livro não me fez sentir um peixe fora d’água. Foi um romance rápido e envolvente.
Paola é o exemplo da mulher moderna. Ela é independente, cuida de sua filha de dezesseis anos, é leitora assumida de 50 tons de cinza sem vergonha nenhuma e vive sua vida intensamente, mas quando a relação é sobre o mundo masculino a coisa fica mais séria, pois ela não está desesperada em ter um relacionamento sério, ela quer um homem com atitude e que alcance suas expectativas. Pedro é o modelo ideal para ser este tipo de homem. É bonito, conquistador e sabe como agradar uma mulher em todos os sentidos. Paola inúmeras vezes se vê dentro de um livro que costuma ler, pois Pedro a cada dia para provar que é o homem certo para ela a surpreende. No entanto, nem sempre nos livros a presença da fantasia prevalece e os tempos maus também surgem sobre os personagens, e não será diferente para este casal.
O que achei muito interessante é a forma que a autora conduziu os personagens e o relacionamento entre eles. São duas pessoas maduras, sendo que uma está um tempo sem se relacionar e outra não está acostumada a estar do lado de alguém da sua idade. Um relacionamento que inicia com uma atração avassaladora e desdobra com sentimentos mais sérios. Os conflitos são divididos naqueles do cotidiano como ciúmes e outros mais sérios que pode provocar a ruptura do o casal está vivenciando.
A escrita de Scott é objetiva e envolvente. Suas cenas são descritivas de maneira moderada e um tanto explícita, o que para mim não incomodou, pois o leitor alvo do gênero já está acostumado. Cenas envolventes, diálogos divertidos, sérios e reflexivos e um desenvolvimento bem construído. Algo a destacar que além da voz narrativa dos protagonistas na trama, também podemos acompanhar as vozes de personagens secundários importantes em momentos propícios, o que traz maior compreensão do que está acontecendo.
Para os fãs de romance calientes este livro é uma ótima recomendação. Uma mulher com atitude e madura, um homem também maduro e tem a ambição de ter o que quer. Duas pessoas que de cara percebemos que muitas faíscas irão sair dali. Esta é a primeira parte do primeiro volume da serie “Provocante”. A segunda parte já foi lançada e estou curioso para acompanhar os desdobramentos da trama de Paola e Pedro.       

Onde comprar?


Nenhum comentário:

Postar um comentário