quinta-feira, 1 de junho de 2017

[RESENHA] Forrest Gump de Winston Groom




Editora: Aleph
Páginas: 392
Publicação: 2016

Forrest Gump é um pouco de tudo. Um gênio da matemática, um soldado de guerra, um jogador de xadrez, de ping-pong, dentre outras. Ele já viajou boa parte do mundo, conheceu grandes líderes mundiais e viveu aventuras insuperáveis. Seu grande amor da vida, Jenny Curran, é uma miga que sempre esteve ao seu lado. Mas, o que de fato acontece é que Forrest, como o mesmo se chama, é um idiota. Idiota não no sentindo de inferior, mas sim colocando-se no mesmo patamar do que qualquer humano pode alcançar.

A grande sacada do autor é fazer com que a história inteira seja contada sob o ponto de vista de Forrest, ou seja, jamais saberemos o que de fato aconteceu em sua vida ou só o que foi fruto de sua imaginação, ou ainda o que aconteceu mas que sua mente fantasiosa deu uma floreada. Isso é muito bom para aproximar o leitor do personagem e passar o seu carisma de forma contundente. Sem dúvidas esse é um livro para ser relido várias vezes e que gerará diferentes interpretações.



Essa edição de 30 anos do livro feita pela Aleph está linda. O livro traz capa dura com baixo relevo e detalhes que remetem à história. Além disso, há uma jacket dupla face, com cores temáticas da bandeira dos Estados Unidos. O projeto gráfico também está lindo, repleto de ilustrações. O texto ainda traz como extra um ensaio analítico sobre a obra.



Ainda não assisti ao filme, logo não posso fazer um comparativo completo entre as duas obras, mas muito se fala na não fidelidade da adaptação cinematográfica, O próprio autor condenou o filme por não demonstrar a essência que o livro trouxe e levantou questionamentos a respeito da retratação do protagonista e de suas condições psicológicas. Além disso, cenas icônicas do filme, como a famosa "Run, Forrest, Run!" não estão presentes na história original.



Recomendo a todos que gostam do filme e queira aber como é a história que o originou e para quem tem interesse em ler algo diferente, que fuja um pouco da sua zona de conforto literária.
                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário