sábado, 4 de novembro de 2017

[RESENHA] Aluga-se um noivo (Os Di Piazzi #1), de Clara de Assis


Editora: Charme
Páginas: 435
Publicação: 2017


O casamento do irmão de Débora está chegando, o que quer dizer que encontrará se ex-namorado. Ela a trocou por Letícia, que dizia ser sua amiga. Essa situação fará com que ela tenha uma ideia louca, mas viável para a ocasião: contratar um acompanhante para se passar de namorado. Não será nada fácil, mas com a ajuda de sua amiga Carol elas saberão escolher o homem ideal.

Quando ligam para o número que acharam em um site, Débora teve a certeza que aquele homem seria o seu namorado de aluguel. Ele se chama Theo, e poderia muito bem ser um dos integrantes do Mahamudra. Negócios são feitos e o martelo é batido, Débora um namorado para ir ao casamento do seu irmão.

Porém, Carol pra acrescentar mais a história espalha que Theo não é namorado de Débora, subiram de nível e são noivos. Não será algo complicado, mas os planos terão que ser alterados e o tempo de se encontrarem será maior. No entanto, algo aconteceu o que a jovem estava evitando ao máximo: se apaixonar.

Quando li a sinopse do livro fiquei muito ansioso para começar, pois a premissa me lembra uma comédia romântica chamada Muito bem acompanhada (tem na Netflix rs). Porém, o filme só lembra algumas coisas do livro, pois a autora explorou muito bem toda a trama no geral.

Débora tem 30 anos, sua vida sentimental está um fiasco e a profissional também vai de mal a pior. Sua única saída em parecer que superou seu ex é contratar um garoto de programa. Ela não esperava alguém como Théo, então está no lucro. No entanto, o convívio com o rapaz e as coisas triviais que eles começam e a carência de Débora vira dependência de Théo. Atração à primeira vista é nutrida e aos poucos foi se transformando em paixão, o que também é recíproco da parte dele.

Débora é um tanto insegura. Primeiro, seus relacionamentos foram frustrantes e ela acabou com o coração partido. Segundo, ele era um garoto de programa e ela poderia ser mais uma na sua lista de clientes. Terceiro, ele poderia muito bem estar interessado só no dinheiro que ela irá depositar na conta dele. Isso é um montante que fará com que Débora impeça de mergulhar nessa relação. A pessoa responsável de conquistar a sua confiança é Théo, mas o rapaz é misterioso e não conta detalhes de sua vida para ela.

Débora é uma mulher que tem seus momentos de imaturidade, mas é compreensível pelo seu histórico sentimental e a situação que ela está vivendo. Ela segue aquela pergunta: “Como um garoto de programa vai apaixonar verdadeiramente por uma cliente?”.

A trama poderia com certeza virar uma comédia romântica nos cinemas e arrancar suspiros de muita gente. Além da colherada grande de romance, há pitadas de comédia e drama.

Clara tem uma escrita maravilhosa! Comecei o livro em uma manhã e fui até madrugada (tive que dormir e terminar na manhã dia seguinte). A forma que ela construiu os diálogos, o clímax, os conflitos foram de tirar o fôlego. A trama não gira em torno somente no casamento do irmão, tem o porvir. A autora soube explorar os acontecimentos posteriores, como por exemplo, qual o futuro do casal após o contrato terminado.


Para os fãs de chick-lit e um clichê bem desenvolvido, Procura-se um noivo é recomendadíssimo. Uma história atraente e que prende o leitor desde a primeira página. A escrita da autora é envolvente e os diálogos hilários. Terão momentos que irão arrancar gargalhadas do leitor. Foi um dos melhores livros que li no ano, pois além da obra ser maravilhosa, consegui ler compulsivamente até saber como iria terminar a história de Débora e Théo. 
                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário