segunda-feira, 13 de novembro de 2017

[RESENHA] As aventuras de Tom Sawyer, de Mark Twain


Editora: Autêntica
Páginas: 240
Publicação: 2017

Tom Sawyer é órfão desde bebê e vive em um vilarejo nas margens do rio Mississipi, nos Estados Unidos, com sua tia Polly, seu irmão mais novo Sid e sua prima Mary. Ele é uma criança livre e que diverte com seus amigos diariamente. Tom é um garoto que lidera a maioria das brincadeiras das crianças e ainda por cima consegue influencia-las.

Junto com seus amigos entram em várias enrascadas e deixam seus pais com os corações aflitos. O dia a dia do vilarejo não é nada monótono, mas é recheado de acontecimentos e as crianças vivem uma verdadeira aventura nos rios, grutas e trilhas.

A obra As aventuras de Tom Sawyer é mais que uma aventura de uma criança com seus amigos. Vai além do relato do cotidiano de um vilarejo. Com uma leitura divertida e cativante, o autor foi capaz de trazer muitas emoções.

Tom é uma criança que ama se divertir com seus amigos, criar novas histórias e ser diversos personagens. Ele não é quieto, muito pelo contrário, é atentado e entra em várias situações perigosas, mas sempre leva para o lado da diversão e aventura.

Ele tem um amigo de jornada chamado Huckleberry Finn, um morador de rua e seu pai é alcoólatra. Quando o vilarejo despreza o garoto por andar sujo e com roupas velhas, Tom o vê como amigo e nenhum momento julga sua aparência. Essa é uma das lições que a obra traz. Há outros personagens, como a primeira paixonite do protagonista, Becky Tatcher e seus amigos de aventura.

A obra é narrada em terceira pessoa, contendo diversos comentários do autor. Isso criou uma narrativa intimista, pois em alguns momentos o narrador pergunta ao leitor sobre algo contido na história. Isso tornou a leitura ágil e envolvente. A trama contém capítulos pequenos e parecem ser mini episódios de desenho. Aliás, a obra já foi adaptada para desenho e filme. 

No início do livro, o autor escreve um prefácio dizendo que a obra possa alcançar não somente crianças, mas também os adultos para que eles possam relembrar de momentos de sua infância. Isso foi algo marcante, pois foi o que realmente senti ao ler a obra. A cada página e aventura consegui trazer à memória momentos de diversão com meu irmão e minha prima no quintal da minha avó. O autor despertou uma nostalgia linda.


Este livro não é somente para crianças, mas sim para todos aqueles que amam ler histórias que vão relembrar de momentos divertidos da infância. Uma trama que traz diversas lições, mas também carregada de peripécias infantis e que talvez um dia eu ou você já vivenciou.

O livro já foi publicado em diversas edições, e a editora autêntica vem trazendo uma primorosa edição com ilustrações lindas que retratam situações e personagens da história.
                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário