segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

[RESENHA] Antes da Tempestade, de Dinah Jefferies


Editora: Paralela
Páginas: 343
Publicação: 2017

Eliza Fraser está na missão mais importante de sua vida. Ela foi contratada pelo governo britânico para morar durante um ano no castelo da família real, de Rajputana, na Índia. A sua missão é fotografar o cotidiano e eventos locais do Estado principesco de Juraipore, para montar um acervo da Coroa britânica.

Ao conhecer Jayant, o príncipe e irmão do novo marajá, Eliza está prestes a entrar em uma das aventuras mais emocionantes e transformadora de sua vida. O rapaz é o típico rebelde, misterioso e foi incumbido de acompanhar Eliza a conhecer diversas paisagens, a cultura e até mesmo o ponto onde a miséria assola. A moça será responsável de abrir uma outra visão em Jay, onde lugares ao redor do castelo vem passando por diversas dificuldades. Ao passar do tempo esse convívio vai criando uma afinidade profunda e um sentimento arrebatador. No entanto, a família real fará de tudo para que essa relação não fiquei mais séria.

Quando li O perfume da folha de chá me apaixonei pela escrita de Dinah Jefferies. Ela em seu livro, trouxe algo verídico por meio de uma história que se passou em um determinado tempo e com riquezas de detalhes, por consequência mostrou a vasta pesquisa que ela precisou para montar a ambientação e até mesmo de inserir os personagens naquele contexto. Mais uma vez, em outra história passada no continente asiático, ela mostrou o seu talento incontestável de contar histórias.

Eliza é uma mulher independente e trancou seu coração para o amor. Sua paixão é a fotografia, após a morte de seu marido. Ela viveu alguns anos na Índia quando pequena, mas algo trágico fez com que ela e sua mãe se mudasse para a Inglaterra. Ao retornar, anos depois para uma missão a trabalho, ela verá o choque culturas desde as vestimentas e até mesmo o tratamento das pessoas com estrangeiros e dela ser mulher. A trama pontua diversos aspectos culturais da Índia, inclusive como a mulher é vista no país.

Jay é um homem misterioso a princípio. É evidente que ele é um homem que não aprecia viver dentro de um castelo, pois seu prazer e sua diversão é viajar pelo deserto. O primeiro contato dele com Eliza não é algo promissor, mas no decorrer da história, pode-se ver algo nele mudando para um sentimento mais profundo, sendo que a recíproca é verdadeira.
A escrita da Dinah continua extremamente envolvente e instigante. De forma madura, ela conseguiu me transpor para dentro da história por meio dos detalhes da ambientação, a Índia de 1930 ficou próxima de mim. Seus personagens são muito bem construídos, diálogos elaborados e conflitos coerentes e vem desenvolvidos.


Para os fãs de romance histórico a obra Antes da Tempestade é uma ótima recomendação. A escrita é um pouco rebuscada, mas é acessível e é uma oportunidade de se desafiar e ler algo mais consistente. Uma obra com uma pesquisa excelente, personagens fortes e conseguimos sentir diversos sentimentos por eles e um amor proibido em que seus sentimentos vão mudando e intensificando gradativamente.
                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário