segunda-feira, 18 de junho de 2018

[RESENHA] Justin de Gauthier


Editora: Nemo
Páginas: 104
Publicação: 2018

Justin é um garoto como outro qualquer: gosta de jogar futebol, de luta com os amigos e de usar os cabelos bem curtos. Porém, Justin nasceu no corpo de uma garota e isso acaba fazendo com que, durante toda a sua infância e no início de sua adolescência, ele tenha de encarar diversos dilemas internos e um mundo rodeado de preconceitos que vão desde os seus pais, até os psiquiatras aos quais ele se consulta, em busca de uma cura para algo que não é doença.

Se a infância já é um período complicado para a maioria das pessoas, para aqueles que são tidos como "diferentes" pela sociedade pragueada de hipocrisia em que vivemos é algo ainda pior, No caso de Justin, ter que conviver com colegas de escola que acabam por zombarem o tempo todo dele é ago infernal. Ele começa querendo cortar seu cabelo bem curto, como o garoto que é, mas esbarra sempre na mãe, extremamente preconceituosa, que acaba por negar todas as vezes em que ele afirma ser um menino. Logo ela o manda para um psiquiatra que tenta o tempo todo fazer com que ele seja curado dessa "loucura insana" que existe apenas em sua cabeça.

Ao entrar na adolescência, Justin vai ganhando cada vez mais convicção de sua verdade e moldando a sua personalidade. A descoberta do primeiro amor, a ebulição dos hormônios e a forma como ele enxerga o mundo vai fazendo com que se sinta mais confortável consigo mesmo, embora saiba que o corpo em que nasceu não representa em nada a sua alma. À medida que ele começa a desbravar o mundo e conhecer outros "diferentes" como ele, que Justin vai se sentido cada vez mais à vontade com o seu eu e vendo que, na verdade, o grande problema e, em alguns casos, a grande doença está nos outros.

Justin é uma HQ deliciosa de ser lida. Com traços simples e diálogos muito pertinentes, sua leitura é fluída e ágil, fazendo com que possa ser lida de uma vez, em algumas horas. Amei demais a leitura.

A temática da transexualidade é abordada de uma forma excelente, respeitando muito os diálogos internos do protagonista e mostrando os principais pontos que pessoas trans tendem a passar ao longo da vida, como o seu entendimento de si mesmo, a modificação corporal, o preconceito social nas várias etapas da vida, entre outros. Gostei muito da forma como Gauthier usou desses elementos na narrativa.

Sem dúvida é uma obra para todos que queiram entender mais sobre transexualidade. Excelente material para ser tratado em sala de aula. Leitura obrigatória para todas as idades.
                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário