domingo, 16 de dezembro de 2018

[RESENHA] Extraordinárias de Duda Porto de Souza e Aryane Cararo


Editora: Seguinte
Páginas: 208
Publicação: 2017

Extraordinárias: Mulheres que Revolucionaram o Brasil, como o próprio subtítulo já diz, conta a história de várias mulheres que foram importantíssimas para a história do nosso país mas que, por conta das falhas que nossa sociedade ainda reproduz, não receberam destaques nos livros da escolaou acadêmicos. Essa obra traz um compilado delas, de diferentes áreas: Ciência, Engenharia, Cultura, Arte, Política, Movimentos Sociais, etc.

Destaquei algumas que ou eu já conhecia e passei a admirar mais ainda agora ou eu descobri suas histórias: Dra. Graziela Barroso (grande Botânica, estudei muito ela na faculdade), Pagu (muito à frente de seu tempo, lutou muito por esse país e por nossa liberdade atual), Carolina Maria de Jesus (negra e periférica, conseguiu construir uma obra literária genial), Zuzu Angel (que lutou contra a ditadura e usou sua arte e sua genialidade para isso), Niéde Guidon (grande cientista brasileira que cede sua vida e sua inteligência para a Ciência), Dandara (escrava que lutou ao lado dos quilombolas e de Zumbi dos Palmares), Marinalva Dantas (advogada que usou sua competência para libertar mais de 2500 escravos nos dias de hoje), entre outras.

Uma coisa bem legal é que esse livro é feito inteiramente por mulheres. O texto, as ilustrações, o projeto gráfico, a revisão, a edição e a capa, tudo foi feito por profissionais do sexo feminino, o que é sensacional. O trabalho está incrível, genial e é um livro muito necessário nos dias de hoje.

Eu, como homem pró-feminismo, apoio demais e gosto muito de livros assim. Cada vez mais as mulheres estão emponderando-se na sociedade e para elas mesmas e ter um material que mostre o quão  sua importância na história e na sociedade atual é grande, só traz benefícios. Por cada vez mais mulheres empoderadas no poder!

                                                                     

Onde comprar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário